Brasil
VLibras O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

O Porto de Vitória foi responsável por 65% das exportações brasileiras de rochas naturais no mês de agosto com 42,57 mil toneladas (t) embarcadas, seguido pelo Porto de Fortaleza com 9,4 mil t (14%). Os dados são do Relatório de Estatísticas de Comércio Exterior do Ministério da Economia.

Também em agosto, o Espírito Santo manteve sua liderança como maior exportador do Brasil de rochas ornamentais, registrando 84,7% das vendas com US$ 118,4 milhões. Destes, 75% têm os Estados Unidos como destino. Minas Gerais vem em segundo lugar com 7,7% das exportações.

Janeiro a agosto

No ano, o setor de rochas ornamentais brasileiro tem muito a comemorar. De janeiro a agosto, as exportações cresceram 39,34% em comparação com o mesmo período do ano passado – foram U$S 831,8 milhões em vendas e 1.568 mil t embarcadas. O Espírito Santo, maior produtor e exportador do país, seguiu a tendência: de janeiro e agosto, alta de 39,84%.

Nos oito primeiros meses deste ano, o Porto de Vitória exportou 999.065 t de mármore e granito, contra 912.581 no mesmo período de 2020.

Dados do Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas) e do Sindicato da Indústria de Rochas Ornamentais, Cal e Calcários do Espírito Santo (Sindirochas).

 

Coordenação de Comunicação da CODESA

 

Galeria

VTMIS

Conheça o Sistema de Informação e Gerenciamento do Tráfego de Embarcações (VTMIS)

Acesse agora
Video

Saiba mais sobre o Porto de Vitória